Um doce de vida

segunda-feira, outubro 31, 2016

Em uma dessas conversas que se fala sobre tudo com uma amiga minha, ela falou sobre um canal no Youtube de uma menina fofa e que trazia paz enquanto falava. Fui assistir os vídeos (aproveitando que era minha semana de TPM e estava precisando de um momento fofura no meu dia) e me apaixonei por absolutamente tudo que a menina falava.

O canal é da Isadora Ribeiro, também escritora do blog Na Nossa Vida - que é um cantinho cheio de amor e dicas para a vida. Mas a Isa não é só mais uma youtuber comum, nos seus vídeos ela mostra sua casa e a família linda que tem: o Barbudo, seu marido (namorado, companheiro de vida) e seus filhos Ringo e Lucy, os cachorrinhos mais adoráveis e fotogênicos que você vai conhecer.



A Isa e o Barba também mostraram no canal como reformaram a casa onde moram e fizeram seus respectivos escritórios: o estúdio de fotografia dela e o estúdio de música dele.



Conversei um pouquinho com ela para saber melhor como foi começar o canal:

Quando você gravou e publicou seu primeiro vídeo, ficou com medo da exposição ou dos comentários ofensivos que poderiam surgir? 


Sim. É inevitável não pensar nisso. Montei o canal pensando em aliviar a barra das coisas, conversar da vida e tentar mostrar alguns pensamentos que possam contribuir. Não sou do tipo que gosta de polêmicas, não tenho muita paciência. Então, ler um comentário agressivo é um pouco triste. Não por atingir a minha pessoa ou da minha família, mas em pensar que vivemos em um mundo onde um único vídeo pode tirar uma raiva e palavras tão baixas de alguém gratuitamente. Algumas pessoas vivem por um fio. É duro lidar em alguns dias, mas é o preço. Embora, a taxa positiva e cheia de respeito é TÃO maior, isso que nos move e é para quem damos atenção!

Medo da exposição não tivemos. Pois o limite é a gente quem coloca. Se não quero falar ou mostrar X coisa, não importa o quanto peçam, aquele é o nosso limite.

O que você acha das pessoas se inspirarem em você?

Eu me sinto lisonjeada. Fico com muita vergonha e sorrio todas as vezes que leio um comentário desse. É surreal. Fico feliz que de alguma forma as coisas que aprendemos na vida podem ser passadas para outros de tantos cantos do Brasil. Acho que o mais bacana da internet é isso, juntos contribuir de alguma forma um na vida dos outros!


Teve algum vídeo que você tenha se arrependido de publicar? Por que?

Não, nunca me arrependi. Acredito que por ter os nossos limites bem pré estabelecidos pra mim.

Para alguém que está pensando em criar um canal, qual conselho você daria?

Não seja nada além do que você é. Acho que atualmente muita gente tem conhecimento de que é possível trabalhar com internet e tentar a qualquer custo fazer algo para roubar atenção. Acredito que isso pode ser feito de forma positiva e do bem, não de maneira irresponsável. É importante saber que muita gente irá ter aquilo como referência, como as pessoas ao redor da nossa vida fora da internet. Paciência e muita dedicação, o resto é com a vida.


Se você tivesse que escolher entre blog e vlog, qual escolheria?

Difícil quase impossível escolher hehe. No blog escrevo e registro coisas que em um vídeo eu não me expressaria daquela forma. É o que mais acho legal. A gente poder se comunicar com linguagens diferentes e transmitir sensações variadas do mesmo assunto. Alguns temas eu posso não fazer vídeo, mas escrevo e vice-versa.

Já tem algum plano futuro para o canal ou blog que possa contar?

Por enquanto o plano é continuar com ele, hehe. Gostaria muito de aumentar a quantidade de vídeos por semana para três, mas ainda não sei se conseguiria cumprir. Gostaria muito de trabalhar com causas sociais e também para animais resgatados. Muitos planos! Precisamos sentar e alinhar tudo :) espero que 2017 seja doce também!


Tanto no canal quanto no blog, a Isa posta receitas fáceis de fazer (inclusive eu que não me dou bem com a cozinha, consegui fazer), dicas e conversas de amiga, como esse vídeo sobre ansiedade que eu super me identifiquei e recomendo para todos que já foram ou continuam sendo ansiosos.

Ela não sabe, mas de tanto que vi os vídeos e li os posts, já somos amigas. 



Você também pode gostar de:

0 comentários

Subscribe