Não sou mais uma na multidão

sexta-feira, junho 12, 2015



Não existe receita para se conhecer alguém. Não é como fazer um bolo de chocolate, quando você coloca todos os ingredientes na medida certa e sabe que no final o resultado será o bolo. É tão complexo reconhecer aspectos da personalidade de outra pessoa, saber como lidar com seus sentimentos, medos e inseguranças.

Hoje em dia são poucas as pessoas que param para conversar com um interesse real no outro, olhando olho no olho, se sentindo à vontade para dizer e perguntar o que quiser, se mostrar verdadeiramente e sem máscaras.

Quantas pessoas você pode dizer que te conhece? E quantas sabem dos seus segredos e histórias da sua infância? Quantas dessas pessoas você sabe que estarão dispostas à sair de casa num dia frio de garoa só pra te acalentar e dizer palavras clichês para aliviar a dor?

Sou fechada dentro de mim mesma, dificilmente vou contar para alguém que conheci há uma semana, qual minha comida favorita, meu maior medo e meus desejos. Tenho amigos, claro. Mas cada um me conhece de uma maneira diferente, nenhum deles completamente.

Somente uma pessoa, entre as dezenas que já passaram pela minha vida, sabe quem eu sou com todos os meus complexos de autoestima, medos bobos, frescuras e erros. Quando paro para pensar nos pequenos detalhes, percebo o quão sortuda sou por ter esse privilégio, alguém que não importa o momento, vai me abraçar e dizer que tudo ficará bem.

E no meio dessa multidão, você foi o único que me viu de verdade. 

Você também pode gostar de:

0 comentários

Subscribe