Mudei por sua causa.

segunda-feira, março 02, 2015



Como é que se conhece alguém completamente? Com todos os defeitos, manias, qualidades e inquietações? Todos que conheço acham impossível saber tudo sobre outra pessoa, a ponto de conhecer mais do que a si próprio. Poucos têm a oportunidade de dividir os momentos mais importantes e memoráveis de sua vida com alguém. Sentar ao lado da sua pessoa favorita do mundo inteiro, passar horas sem dizer uma palavra, mas mesmo assim falando tudo que sente, apenas com o olhar.

Eu sempre fui dessas que não levava a sério quando assistia algum filme romântico ou lia algum livro onde o casal tinha uma sintonia tão grande, que viravam quase uma pessoa só. Um completava o outro, em vários aspectos, desde desejos e sonhos, até dividir livros e músicas.

Não achei que seria possível que alguém fosse capaz de transmitir paz somente com o olhar, me fazer esquecer de todos os meu problemas e frustrações com um abraço. Ou que ainda fosse conhecer cada centímetro do meu corpo, saber exatamente o que fazer, onde sinto calafrios e sinto cócegas. Compartilhar momentos de silêncio, gargalhadas de fazer chorar e soluços de tristeza.

Não me imaginava sorrindo feito boba escutando músicas românticas, me ver em cada verso e ficar com vergonha e medo de admitir isso e ficar vulnerável demais. Nunca havia sentido saudade de verdade, falta de um pedaço de mim, como se perdesse um braço depois de me despedir.

   Mas isso tudo aconteceu sem eu me dar conta, tudo depois que te conheci. 

Você também pode gostar de:

0 comentários

Subscribe