Somos ridículos

segunda-feira, setembro 01, 2014

Existem muitas coisas ridículas,  mas a maior de todas é amar alguém. Já parou pra pensar no quanto fazemos por quem amamos, sem pensar duas vezes? Se for preciso nos jogamos na frete de um trem em movimento pra salvar a vida do outro (metaforicamente falando, claro), deixamos de fazer algo que gostamos só pra que a outra pessoa fique feliz. Quando amamos alguém de verdade, abrimos mão da nossa própria vida, da nossa própria felicidade, me diz se isso não é extremamente ridículo?

Além disso, transformamos alguém em nosso ponto de apoio, aquela pessoa vira a personificação de tudo que procuramos a vida inteira, mesmo com defeitos irritantes e manias chatas.

Bate a insegurança e o medo de perder quem lutamos pra conquistar, uma palavra dita errada, uma atitude mal pensada e tudo pode virar pó, se desfazer como se nada tivesse acontecido. O medo de não atingir a expectativa alheia, de não ser tudo o que o outro deseja ter. Sei que não sou a única que pensa assim.

Mas mesmo com toda essa babaquice que o amor nos proporciona, nunca deixamos de amar, mesmo sabendo que fazemos papel de palhaço na maior parte do tempo, gostamos de viver nesse circo. A sensação de saber que temos uma pessoa que nos aceita mesmo fazendo coisas estúpidas, não tem preço. 

Você também pode gostar de:

0 comentários

Subscribe