Far away

terça-feira, junho 17, 2014


Minha vida estava um caos, não tinha um bom emprego, ganhava pouco, minha mãe mal parava em casa e eu sentia o peso do mundo sobre os meus ombros. Fazia o mesmo caminho todos os dias, conhecia cada buraco do chão, cada árvore florida e todas as casas coloridas da vizinhança. Vivia dentro de uma bolha, não sabia o que havia além dos limites da cidade, apenas imaginava. Eu conhecia poucas pessoas, fiz certa questão de manter pouco contato com os antigos colegas de escola depois que o ensino médio e toda a magia de se viver 5 horas dentro de uma sala de aula acabou. Não via grandes mudanças para a minha vida nos próximos 10 anos de vida, já me enxergava sentada na grama do quintal com uma garrafa de bebida ao meu lado e um livro nas mãos ouvindo os vizinhos em suas confraternizações de família semanais.

Mas eu estava enganada.

Você foi a pessoa que me puxou desse abismo que eu estava caindo desde que me entendia por gente. Me abraçou e mostrou o que eu era capaz de fazer, me incentivou e me reergueu. Foi depois de você que eu tive coragem de mudar e ir além do que estava predestinada a ser, fomos juntos além da placa de 'Volte Sempre' da cidade, vimos juntos um mundo novo e construímos um novo roteiro para nossas vidas.

Eu me vi feliz pela primeira vez em anos. Talvez desde sempre.

Aprendi a não me arrepender das minhas escolhas, de fazer o que me desse vontade, não ir dormir com a sensação de que poderia ter feito melhor. Conheci um lado meu que estava perdido, que você encontrou. Muito obrigada por isso.

Você também pode gostar de:

0 comentários

Subscribe